Quinta-feira, 27 de Setembro de 2007

ENVOLVIDO NO TEU CORPO

 

 

ENVOLVIDO EM TEU CORPO

 

 

escrito por:  Arth-wr Limma

publicado: 5/12/2005

Mulher do meu devaneio
Loucura da minha ilusão
Eu te quero, eu te anseio
Atraído pela tua sedução

 

Enfeitiça-me o teu perfume
Excita-me o teu olhar
Sinto-me arder em forte lume
Só de pensar contigo estar
e poder te abraçar...

Imagino nossos corpos suados
De desejos sem pudor
Nós os dois tão enlaçados
No acto de puro amor

 

Acaricio teus seios hirtos
Beijo teu sexo quente
Oiço-te vibrar aos gritos
Sinto uma paixão ardente
Já não controlo minha mente...

 

Arth-wr Limma

 

publicado por Arth-wr Limma às 10:01

link do post | comentar | favorito

AMAR NA SOLIDÂO

 AMO-TE NO SILÊNCIO DA MINHA SOLIDÂO

Arthur Limma 15/11/2005

Amo-te no silêncio
Da minha solidão
Cheiro o teu aroma
Na minha paixão
Desejo-te com a força
Do meu coração
 
Acordo suado
Na minha cama fria
Vivo esperançado
Nem sei o que faria

Sentir-me por ti amado                
Que felicidade sentiria


Oh! Querida donzela
Te sinto à luz do luar
Minha noite seria bela
Se nos pudéssemos amar
Ofereceria uma vela
A Nossa Senhora do Mar 

Mas...

Este mar que nos separa
Num imenso manto azul
Sonhei que ele me enrolara
E me arrastara para sul
Sem que eu imaginara
Lançou-me na lama de um paul

Para eu não mais te encontrar...

Acordei sobressaltado
Tremendo de frio e medo
Deveras desesperado
Por viver naquele degredo
Sofro amargurado
Por não te revelar meu segredo

E não mais te poder encontrar...

Arth-wr Limma 

 Hosted by Putfile.com

publicado por Arth-wr Limma às 10:01

link do post | comentar | favorito

MULHER ESPOSA MÃE

 MULHER
 
Esposa, Mulher, Mãe
Criatura mais completa
Que este mundo tem
 
Tu contemplas a vida Com tanta geração
Todos os filhos te devem Uma grande devoção
 
Muitos te tratam sem nexo
De machos inconsoláveis
Sendo corteses e amáveis
Apenas por causa do sexo
 
Tu, feminino imenso, firme e resoluta
Sofres em silêncio, enfrentas tanta luta
Para que ao teu filho não falte
Pão, carinho e calor
Mesmo que te maltrate
O tratas com tanto amor
 
Mereces mais devoção desta raça inculta
Os que não têm coração e te arrasam como prostituta
Os que não têm sentimento e levam-te ao  sofrimento
 
Mas tu Mulher, tens o instinto de  Mãe
Sabes bem-querer
Todo aquele que não tem
O carinho e o saber
 
Mantém-te firme Mulher pois hão-de reconhecer
Os que querem viver melhor
Em amor e alegria
Eles terão que entender que não será fantasia
Quando devolveres ao mundo
A paz e a harmonia
 

1/10/2005                                                 Arth-wr Limma

publicado por Arth-wr Limma às 10:01

link do post | comentar | favorito

.tags

. todas as tags

.links

.favoritos

. ACORRENTADOS

.arquivos

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

.mais sobre mim

.as minhas fotos

blogs SAPO

.subscrever feeds